> Perhappiness: 3 documentários sociais que precisam ser vistos | Cinema
         
 

3 documentários sociais que precisam ser vistos | Cinema

05 agosto 2015


Não lembro de já ter vindo aqui conversar sobre documentários com vocês antes, mas era um tema que estava fazendo falta! 

Sempre amei assistir documentários, pois é uma plataforma que utilizei - e utilizo! - para me informar sobre assuntos sobre os quais possuo pouca ou quase nenhuma propriedade sobre, mas de uma forma mais leve e instigante. Entrar em contato com esses temas desconhecidos e curiosos através de um documentário é uma experiência, para mim, infinitamente mais enriquecedora e até mesmo mais efetiva do que tentar conhecer um assunto através de reportagens e matérias de jornais, por exemplo.

Como boa amante do gênero, não poderia ficar sem compartilhar com vocês 3 documentários incríveis que estão disponíveis no bom e amado Netflix e que se relacionam de alguma forma com causas sociais de extrema relevância.


Doméstica (2012) é um filme brasileiro do documentarista pernambucano Gabriel Mascaro e foi pensado de uma forma tão instigante e fora do lugar comum, que dificilmente alguém não se interessa em dar uma chance ao diretor. (Ainda mais quando descobre que está disponível no Netflix!)

Sete adolescentes de sete capitais brasileiras distintas recebem a missão de documentar, de maneira totalmente livre, a rotina de suas empregadas domésticas. Assim, elas são introduzidas à câmera e, com maior ou menor intimidade com essa tecnologia, compartilham suas histórias de vidas e nos emocionam com as dificuldades enfrentadas.

É um filme forte, para mostrar aos brasileiros as distintas realidades que existem, muitas vezes em baixo do nosso próprio teto, para a qual fechamos os olhos. Ele tira a empregada doméstica do seu papel secundário e submisso, dentro do próprio seio familiar tradicional brasileiro, e a coloca - pela primeira vez numa não-ficção? - como protagonista dessa relação.


Confira o trailer abaixo e acesse o link direto para o filme no Netflix clicando aqui:



Outro filme que precisa ser visto é What Happened, Miss Simone?, uma produção da própria Netflix que tem dado muuuito o que falar. 

Ele se propõe a ser uma cinebiografia da cantora negra e ativista Nina Simone e narra a trajetória de sua vida ao lado de depoimentos de pessoas próximas, como sua filha e seu ex-marido. Tudo isso mesclado, é claro, com sua música extremamente poderosa e emocionante.

Intenso é talvez a palavra que mais me vem à mente na hora de pensar sobre esse filme. Nina era uma artista intensa. Sua música era intensa. Sua história de vida não poderia ser diferente. Intensa e atormentada pelos demônios, não apenas da sua própria genialidade, mas da sua situação enquanto mulher negra numa sociedade extremamente racista e preconceituosa.

O sofrimento enfrentado por Nina está presente em cada nota de suas músicas, todas as vezes que ela subia nos palcos, a cada palavra que ela discursava. Obviamente eu não pretendo falar por ninguém do movimento negro sobre o que achar ou não dessa obra, mas pra mim foi um filme extremamente bonito e recomendo que todos assistam e voltem aqui para me falar o que acharam.

Confiram abaixo o trailer e o link direto para o filme no Netflix clicando aqui:


Por fim, o terceiro documentário que me chamou atenção enquanto procurava despretensiosamente algo novo para assistir no Netflix foi o God Loves Uganda. O que eu acreditava que iria ser mais um documentário sobre o racismo e a condição social dos seus habitantes, me surpreendeu sendo um filme que aborda, principalmente, o impasse religioso que envolve os homossexuais na Uganda.


Enfrentando o risco diário de serem assassinados por causa da sexualidade que possuem e com argumentos embasados pela bíblia, o diretor Roger Ross Williams criou uma obra que expõe essa circunstância contraditória da sociedade cristã de maneira brilhante e que denuncia também as ambiguidade de um país africano, antes explorado pelos americanos, agora pregar uma religião americana que defendeu no passado essa mesma exploração.

Confiram abaixo o trailer e o link direto para o filme no Netflix clicando aqui:


E vocês, gostam de documentários? Tem o hábito de assistir? Então não deixem de conferir os documentários e me darem a opinião de vocês ok? E estou sempre atrás de recomendações, então quando assistirem algum interessante, podem me avisar!

Um grande beijo e até já!



Me acompanhem também nas redes sociais:

2 comments:

  1. Adorei sua lista, e assistirei a todos! Amo documentários, e o Netflix é a melhor plataforma pra assistir esse genero. Eu vou te indicar um, que foge um pouco dos temas aqui, mas é tão polêmico quanto, e principalmente nos dias de hoje vale, e muito, a pena ser assistido: Quebrando o Tabu. É um documentário sobre a maconha, com participação do Fernando Henrique Cardoso entre outros políticos de peso na política mundial, falando sobre a legalização, o tráfico, a questão da saúde, no mundo todo, comparado ao Brasil, e como poderia melhorar. Vale a pena assistir, é muito interessante mesmo!

    Beijos!
    Dia de Alice

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vanessa. Paraibana, leonina, amante dos animais e de homens com cabelos compridos. Isso é basicamente tudo que você precisa saber sobre mim, o resto você descobre nas páginas do blog. ♥

 
Perhappiness © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Brenda S. Pauletti :: voltar para o topo