> Perhappiness: 72 Horas Para Morrer, de Ricardo Ragazzo
         
 

72 Horas Para Morrer, de Ricardo Ragazzo

01 novembro 2013

Editora: Novo Século
Páginas: 254
Ano: 2011

72 Horas Para Morrer foi mais um desses livros que eu não consegui largar desde o momento que abri a primeira página. O livro já te envolve desde a primeira cena, que relata o sequestro da namorada de Júlio Fontana, nosso personagem principal e delegado da fictícia cidade de Novo Salto

A partir desse momento Júlio descobre que algum ex-criminoso (ou seriam vários ex-criminosos?) decidiu executar um plano de vingança muito cruel contra o delegado com a intenção de assassinar todas as pessoas mais importantes de sua vida.

Agora Júlio precisa garantir que sua filha Laura esteja protegida enquanto corre contra o tempo para tentar descobrir quem está por trás de todos esses crimes. Um dos aspectos mais fortes da trama é que ela está em constante movimento - não existe absolutamente nenhum momento em que a narrativa fique lenta ou que falte ação. E foi isso que me fez passar a noite em claro até conseguir descobrir o final.

Em geral achei os personagens muito bem construídos, principalmente Júlio que não é nem de longe o típico mocinho dos livros, mas sim um homem com um passado bem obscuro que aparentemente voltou para assombrá-lo. A única personagem que achei pouco convincente em alguns momentos foi a Laura, filha adolescente do delegado. Apesar das mágoas e do rancor que ela guarda do pai serem totalmente justificáveis, sua personalidade foi um pouco contraditória em alguns momentos.

O desfecho conseguiu ser surpreendente como todo desfecho de thriller precisa ser, mas acho que faltaram elementos ao longo da trama para dar mais credibilidade a esse final. Em nenhum momento senti que o autor deu algum indício de que concluiria a história por esse caminho e isso me incomodou um pouco. 
Tirando esse detalhe do desfecho eu só tenho elogios a fazer ao livro e a escrita de Ricardo Ragazzo. Fazia muito tempo que eu não lia um livro do gênero que me envolvia tanto e recomendo a leitura a todos os amantes do gênero, mas já aviso que é necessário um pouco de estômago forte para ler algumas cenas de tortura que recheiam a trama.

Nota: 4/5

Me acompanhem também nas redes sociais:

3 comments:

  1. Estou maluca por esse livro! Tenho visto as mesmas criticas, que o livro é muito bom, mas que tem coisas que precisam melhorar. Nada mais justo para um autor que tá começando agora em um mercado tão difícil quanto o mercado editorial do Brasil. Eu to super curiosa pela história, cheia de expectativa - o que pode ser perigoso - e morro de inveja de quem consegue parceria com ele hahahha

    Beijoos
    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  2. Olá, passei apenas pra dizer que já estou te seguindo e voltarei aqui futuramente pra fazer comentários sobre os posts.
    Seu blog é maravilhoso, convido você e suas leitoras a conhecer meu blog
    http://toobege.blogspot.com.br/
    Beijinhos

    Quem seguir no insta, sigo de volta http://instagram.com/theworldofmari

    ResponderExcluir
  3. Oiee, tudo bem?

    eu senti a mesma coisa que vc quanto ao final. O livro é ótimo e super eletrizante. Mas no final, achei que não tinha necessidade, sabe? E tb não gostei mt da Laura não. Uma chata =P

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vanessa. Paraibana, leonina, amante dos animais e de homens com cabelos compridos. Isso é basicamente tudo que você precisa saber sobre mim, o resto você descobre nas páginas do blog. ♥

 
Perhappiness © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Brenda S. Pauletti :: voltar para o topo