> Perhappiness: Tarik,
         
 

Tarik,

13 outubro 2013

Depois que o vento se aliou às flores já não sei mais como fugir do seu cheiro de alecrim projetado dos meus sonhos em forma de luz. Luzes que saíram das mãos de um anjo, cujo nome disse ser Miguel, para enfeitiçar-me o sono e esquecer-me do dia, das horas, da vida. Esquecer-me que a vida não é uma nuvem de sonhos, que os sonhos não estão limitados a um período restrito de tempo diário. Não, para Miguel não. 
O proibido agora é acordar.
O presente se tornou apenas uma emanação fluídica semi leitosa do meu futuro, que é o presente que agora vivo. (Pois um sonho é sempre futuro). E o passado é só a marca do lápis que permanece na folha depois que a borracha cumpre seu papel. Uma marca que só mostra que algo já existiu ali, mas que é impossível de ser resgatada.
O futuro que devaneio agora são nuvens com gosto de algodão doce, olhos de ciclone, de furacão, de tsunami.
E é assim que me sinto, diminuída a um fragmento de pétala perto da fúria desses Deuses. Passível de ser quebrada, apagada de onde vivo em um instante imperceptível. 
Não, Miguel, não quero me quebrar.
Me ponho com medo de dormir e com medo de acordar. Nenhum dos dois trará minha estrela da manhã. Ao acordar posso descobrir que talvez ele só virá com meus olhos fechados.

Percebo que é melhor continuar sonhando, ou vivendo com os olhos bem fechados:
Eu só não quero ficar sem Tarik.

Me acompanhem também nas redes sociais:

20 comments:

  1. "Me ponho com medo de dormir e com medo de acordar. Nenhum dos dois trará minha estrela da manhã. Ao acordar posso descobrir que talvez ele só virá com meus olhos fechados."

    Caramba... é exatamente assim que me sinto algumas vezes...
    Gostei muito do texto.
    bjs
    http://letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Texto sensacional. Descreve sentimentos que todos temos em alguns momentos. Adorei!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  3. Que texto magnifico!
    "Uma marca que só mostra que algo já existiu ali, mas que é impossível de ser resgatada."
    Como você consegue usar palavras tão lindas para descrever um sentimento que eu fico horas tentando descrever?
    "Me ponho com medo de dormir e com medo de acordar." - Foi a parte que eu me identifiquei mais, talvez nossos motivos sejam diferentes más me tocou.

    Amei!

    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Que texto mais lindo! Essa parte "Uma marca que só mostra que algo já existiu ali, mas que é impossível de ser resgatada." o ser humano é assim, algumas coisas quer apagar e outras gostaria que tivessem existido no lugar... quem compreende? *-* beijos

    ResponderExcluir
  5. Só deixa eu comentar aqui rapidinho antes de terminar de ler o texto: Amo o nome miguel, porque é nome de anjo, e quero que seja o nome do meu filho...
    hehe agora vou terminar de le e ja volto pra comentar de novo kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha Miguel é nome de anjo mesmo! Quando eu era criança, Miguel era meu amigo imaginário, meu anjo da Guarda que estava sempre comigo me orientando :)

      Excluir
    2. Ah, e Tarik será o nome do meu filho :) Eu sou apaixonada por nomes exóticos e também pela ideia de começar minha família logo e eu vivo sonhando com Tarik. fico muito feliz que tenha gostado!

      Excluir
  6. Que texto intenso! Eu gosto da sua linguagem, é bem diferente e pode ser interpretada de inúmeras formas.

    "Percebo que é melhor continuar sonhando" acho que essa frase resume a minha vida e meus pensamentos!
    Adorei!

    ResponderExcluir
  7. Oi! ^^
    Que lindo seu texto! Gostei muito de ler! :)
    Parabéns!

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Vanessa, você que escreveu?
    Se sim, tá ótimo menina! Se for assim, logo, logo, logo já tá vendendo milhões! (eu compro ;) )

    Parabéns!

    Beijoos
    www.ummetroemeiodelivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Babi <33 Fui eu sim, muito obrigada pelo incentivo haha. Espero que goste assim dos próximos também :)

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Que lindo! Pelo amor de Deus, me avise quando publicar um livro, porque eu quero uma obra tão bem escrita assim.
    Babei no seu texto e no seu blog, tudo feito com tanto carinho.
    Um beijão, Vanessa!

    enfimepilogo(.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  11. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  12. Que lindo o seu texto Vanessa !!! Também gosto de nomes exóticos, rsrs !! Parabéns pelo texto e pelo blog !! Beijos

    Apaixonada por Livros

    ResponderExcluir
  13. Adorei o seu dom com as palavras. Amei a passagem "E o passado é só a marca do lápis que permanece na folha depois que a borracha cumpre seu papel. Uma marca que só mostra que algo já existiu ali, mas que é impossível de ser resgatada."
    Beijos,
    Luana Karla - Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Acho que você poderia postar mais textos ! Gostei muito do que você escreveu, a linguagem que você usou é bem diferente dos outros textos que costumo ler por ai rs. minha parte preferida "O futuro que devaneio agora são nuvens com gosto de algodão doce, olhos de ciclone, de furacão, de tsunami.E é assim que me sinto, diminuída a um fragmento de pétala perto da fúria desses Deuses" Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Xará <33
      Essa também é a minha parte favorita do texto e tava esperando até agora pra ver se alguém ia comentAr! Fiquei muito feliz por achar alguém que concorde comigo :))

      Excluir
  15. Texto super intenso, li duas vezes e nas duas entendi de formas diferentes rs Apoio a ideia de você postar mais textos, sai um pouco do comum que estamos acostumados e nos leva a querer entender essa linguagem e é muito bom, principalmente para quem curte escrever, tipo eu! <3

    ResponderExcluir
  16. Sou super a favor de voce criar coragem de novo e postar outros textos viu ? Simplesmente amei, a linguagem que voce usa é muito intensa e nos faz viajaaaaaaarrrr na historia. amei essa frase "O futuro que devaneio agora são nuvens com gosto de algodão doce, olhos de ciclone, de furacão, de tsunami."

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vanessa. Paraibana, leonina, amante dos animais e de homens com cabelos compridos. Isso é basicamente tudo que você precisa saber sobre mim, o resto você descobre nas páginas do blog. ♥

 
Perhappiness © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Brenda S. Pauletti :: voltar para o topo